Páginas

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Princípios Básicos da Metodologia Bamu Pitissu Cabortero




A metodologia Bamu Pitissu Cabortero(BPC) é baseaso em 13 principios, no qual todos os seguidores dessa metodologia tem que seguir, abaixo eles estão listados:




  1. Rapidez, esse é o principio básico da BPC, não precisamos de 3 ambientes, alteramos direto em produção.
  2. Comprometimento é medido em horas extras, quanto mais horas você trabalhou a mais que teu horario de serviço mais comprometido o colaborador é.
  3. Todo o requisito é uma barbada, não existe requisito difícil e sim programador com má vontade de trabalhar.
  4. Todo o requisito já foi implementado pelo menos uma vez, é só copiar e colar e talvez fazer alguns ajustes(Reutilização do Código).
  5. Na BPC existe duas funções, o Pavão(analista de requisitos,analista de sistemas, analista de negócios, arquiteto de software e gerente do projeto), e a peonada que é composta pelo que sobrou (programador, web designer, dba …).
  6. O Pavão manda e o resto obedece(não se pode questionar, porque o Pavão muitas vezes não sabe responder, por isso ele não deixa abertura a questionamentos).
  7. O Cliente deve ser um refém da equipe de desenvolvimento, pois assim o time terá emprego por um longo prazo.
  8. Cada programador é o dono do código, sendo assim a “merda que ele fez, ele que resolva”.
  9. Se for mexer em um arquivo compartilhado, altere logo e comite de uma vez, pois se der “merda” em outro lugar quem mexer depois que se vire.
  10. Todo o colaborador que trabalha com essa metodologia quando é questionado por qualquer coisa referente ao seu trabalho responde imediatamente com um "balanço de ombro" dizendo a celebre frase "Não é problema meu.".
  11. A prioridade dos requisitos dessa metodologia é ditado pelo posto de quem solicitou, quanto mais alto o posto maior a prioridade do requisito.
  12. Todo o requisito é feito no mínimo duas vezes, pois quem implementa o BPC tem que ser malandro, como todo malandro a primeira vez ele sempre vai procurar o caminho mais fácil, e como não vai dar certo ele vai implementar a segunda vez indo pelo caminho correto porem não tão fácil.
  13. Após a entrega do sistema, ele jamais apresentará um problema, por isso sempre devemos achar alguém ou algo para colocar a culpa (Servidores, Usuários, etc... ), frase clássica "O problema é deles...".
  14. E por ultimo mas não menos importante, se o sistema estiver funcionando na minha maquina, o problema não é meu

                        2 comentários:

                        1. Ahãm! Bem certinho...vâââmooo petiço cabortêro!!!

                          ResponderExcluir
                        2. 14. O sistema nunca tem problema, o problema é no servidor!

                          ResponderExcluir